Pedro Ortaça

Milonga Dos Ancestrais

Pedro Ortaça

tabs

by  GUSTSILVA

save to print version add songbook text version e-mail correct tuner
chordsukulelecavacokeyboardtabbassdrumsharmonicaflute Guitar Pro
close

there isn't a video lesson for this song

chords

Milonga Dos Ancestrais

	  		Intro 

E|_7_______5__________3_______2___________| 
B|__0_______0__________0_______0__________| 
G|________________________________________| 
D|_5_______4________2________1____________| 
A|________________________________________| 
E|________________________________________| 


E|_8________7________5_____3______________| 
B|__0________0________0_____0_____________| 
G|________________________________________| 
D|_7________5_______4______2______________| 
A|________________________________________| 
E|________________________________________| 

                                 Am 
E|_7_______5__________3_______2______0____| 
B|__0_______0__________0_______0____1_____| 
G|_________________________________2______| 
D|_5_______4________2________1____________| 
A|________________________________0_______| 
E|________________________________________| 
  
  G         B7           Em 
E|_____3___________2_______0___________| 
B|____3___________0________0___________| 
G|___0___________2_________0___________| 
D|_________________________2___________| 
A|_____________2___________2___________| 
E|__3______________________0___________| 

Em                 B7 
Afino as cordas do pinho nesta milonga  
     Em 
Campeira             
                        B7 
Mais xucra que uma tronqueira mordida pelos  
  Em 
Baguais          
                               B7 
Canto sangues...60,62,63 ancestrais de onde  
                 Em 
Brotou o rio grande 
                 B7 
Enquanto a alma comande meu canto não para  
 Em 
Mais 
     E7              Am           G 
É a voz dos pais de meus pais que escute  
    B7      Em 
Por onde ande 

Em                 B7 
Há guaranis cor de bronze do passado de   
      Em 
Onde venho 
                 B7 
Raízes do antigo lenho de onde brotou ramo  
  Em 
E flor 
                  B7 
Há um sangue...60,62,63  conquistador de  
                 Em 
Luzos e de espanhóis 
               B7 
Luzindo como faróis em nossa origem  
       Em 
Terrunha 
E7             Am     G           B7 
Avoengas testemunhas timbradas de lua e     
   Em 
Sóis 

Em                      B7 
Meu candeeiro é luz de ouro,o lunar do  
          Em 
Índio  Sepé 
                  B7 
Aquele que pôs de pé as catedrais  
          Em 
Missioneiras 
                                B7 
Venho de...60,62,63 Pinto Bandeira , de  
               Em 
Bento e de Canabarro 
                     B7 
E se mais longe me esbarro venho de Borges  
       Em 
Do canto 
E7                    Am       G 
Do rancho que hoje levanto esteio 
B7          Em 
Quinchas e barro 

Em                B7    
Meu bisavô levantou-se de lança em punho  
     Em 
Enristada 
                 B7 
Na sesmaria estirada nos quatro pontos  
      Em 
Cardeais 
                                   B7 
Foi bagual...60,62,63 entre os baguais, foi  
                  Em 
Pedra em picos de serra 
                     B7 
Plantou estância na terra regadas com seus  
    Em 
Suor 
E7                Am          G         
Na paz campeiro e pastor e um tigre em  
B7            Em 
Tempos de guerra 

Em                     B7 
Monto fletes que são crias das tropilhas  
      Em 
Chimarronas 
                     B7 
Que eram senhoras e donas da terra quando  
       Em 
Em divisa 
                               B7 
E meu passo...60,62,63 quando pisa campos e  
              Em 
Flores e trevais  
                     B7   
Vai pro rastro ancestrais que ergueram o  
            Em 
Mesmo repique 
E7                   Am         G      B7 
Os ranchos de pau a pique e os sinos das  
     Em 
Catedrais 

Em                 B7 
Venho de longe no tempo, muito embora os  
        Em 
Tempos novos 
                   B7 
Sou cria dos sete povos, sou índio branco e  
      Em 
Mestiço 
                             B7 
E talvez...60,62,63 seja por isso que  
                    Em 
Quando a noite se alonga 
                B7 
Sou urutau e araponga, João de barro e  
      Em 
Siriema 
    E7          Am        G         B7 
Num canto feito poema num bordonear de  
     Em 
Milonga 
		  

Full key step upFull key step up
Half key step upHalf key step up
Half key step downHalf key step down
Full key step downFull key step down
hide glossary

See also:

tabs Porca Véia - No coração do rio grande tabs Teixeirinha - Solo Querencia Amada tabs Lisandro Amaral - Ritual De Morte E Manada tabs Elton Saldanha - Eu Sou Do Sul tabs Tchê Garotos - Menininha (intro) tabs César Oliveira e Rogério Melo - Retrato de Pampa e Invernada (solo)
e-chords

Other versions:

tabs Pedro Ortaça - Milonga Dos Ancestrais
auto scroll beats size up size down change color hide chords drawings
tab show chords e-chords YouTube Clip e-chords hide all tabs e-chords go to top tab

share