Sílvio Caldas

Ùltima Estrofe

Sílvio Caldas

chords Intermediate intermediate

by  ARICAL

save to print version add songbook text version e-mail correct tuner
chordsukulelecavacokeyboardtabbassdrumsharmonicaflute Guitar Pro
close

there isn't a video lesson for this song

chords

Ùltima Estrofe

(Candido das Neves)

	  		
	     Dm             Gm      Dm               E7          Dm       E7            A7   Dm 
A noite estava assim enluarada, quando a voz, já bem cansada, eu ouvi de um trovador 
     Dm             Gm                  Dm                       Eb         Dm          E7         A7      Dm   A7  Dm 
Nos versos que vibravam de harmonia, ele em lágrimas dizia  da saudade de um amor 
    D7             Gm                Edim                              Dm          Bb7           A7      D7 
Falava de um beijo aapaixonado, de um amor, desesperado, que tão cedo teve fim 
                    Gm            Edim              Dm                               E7             A7       Dm   A7   Dm  A7 
E, dos seus gritos e lamentos, eu guardei no pensamento, uma estrofe que era assim 
  D      A7             D                               Bm                                                       Em   B7 Em                  
Lua,vinha perto a madrugada, quando, em ânsias, minha amada em meus braços desmaiou     
A7                                                                      D           A7 
E o beijo do pecado em seu véu estrelejado a luzir glorificou 
  D         A7           D                       B7                                                 Em     Gm 
Lua, hoje eu vivo tão sozinho, ao relento, sem carinho, na esperança mais atroz 
D                                                             B7       E7          A7           D      A7    Dm  
De que cantando em noite linda, esta ingrata, volte ainda, escutando a minha voz 
  Dm          Gm          Dm       Eb                Dm                        E7        A7       Dm                      
A estrofe derradeira merencórea revelava toda a história de um amor que não morreu   
Gm           Dm                                 Eb                 Dm             E7        A7     Dm    A7    Dm 
E a lua que rondava a natureza, solidária com a tristeza entre as nuvens se escondeu 
      D7                 Gm              Edim             Dm                            Bb7         A7   D7                        
Cantor! Que assim falas à lua, minha história é igual à tua meu amor também fugiu       
Gm                                             Edim           Bb7               E7         Dm    A7    Dm  A7 
Disse a ele em ais convulsos ele então entre soluços toda a estrofe repetiu 
  D      A7             D                               Bm                                                       Em   B7 Em                  
Lua,vinha perto a madrugada, quando, em ânsias, minha amada em meus braços desmaiou     
A7                                                                      D           A7 
E o beijo do pecado em seu véu estrelejado a luzir glorificou 
  D         A7           D                       B7                                                 Em     Gm 
Lua, hoje eu vivo tão sozinho, ao relento, sem carinho, na esperança mais atroz 
D                                                             B7       E7          A7           D      A7    Dm  
De que cantando em noite linda, esta ingrata, volte ainda, escutando a minha voz 
  Dm          Gm          Dm       Eb                Dm                        E7        A7       Dm                      
A estrofe derradeira merencórea revelava toda a história de um amor que não morreu   
Gm           Dm                                 Eb                 Dm             E7        A7     Dm    A7    Dm 
E a lua que rondava a natureza, solidária com a tristeza entre as nuvens se escondeu 
      D7                 Gm              Edim             Dm                            Bb7         A7   D7                        
Cantor! Que assim falas à lua, minha história é igual à tua meu amor também fugiu       
Gm                                             Edim           Bb7               E7         Dm    A7    Dm  A7 
Disse a ele em ais convulsos ele então entre soluços toda a estrofe repetiu 
		  

Full key step upFull key step up
Half key step upHalf key step up
Half key step downHalf key step down
Full key step downFull key step down
hide glossary

See also:

chords Ary Barroso - Aquarela Do Brasil chords Agnaldo Timoteo - Meu Grito chords Pixinguinha - Carinhoso chords Noel Rosa - Conversa de botequim chords Adoniran Barbosa - Iracema chords Pixinguinha - Lamentos
e-chords

Other versions:

chords Sílvio Caldas - Ùltima Estrofe
auto scroll beats size up size down change color hide chords simplify chords drawings columns
tab show chords e-chords YouTube Clip e-chords hide all tabs e-chords go to top tab

share