Lisandro Amaral

Quando Um Mata Mas Os Dois Morrem

Lisandro Amaral

keyboards Advanced advanced

by  DEGA1982

save to print version add songbook text version e-mail correct tuner
chordsukulelecavacokeyboardtabbassdrumsharmonicaflute Guitar Pro
close

there isn't a video lesson for this song

chords

Quando Um Mata Mas Os Dois Morrem

	  		"O punhal no sangrador, 
pele de encontro com o couro. 
E por um simples instante 
dois corações batem juntos 
num estertor crepitante.  
Um vai morrer. Já e pronto.  
Mas no peito do que mata 
o coração morre um pouco."  
               E                              B7 
Um é cavalo o outro é homem  

O centauro da planura 
                                     E         E7 
Dois seres fundem-se num 
        A 
Por isso a faca que mata 
     G#m                     C#7 
aquele que está quebrado 
     F#m                       B7 
Mata também um pedaço 
   F#m                    B7 
da alma do que matou  
                                     E 
um ser sem pecado algum 


O pecado sugerido  
                         B7 
é ter nascido cavalo 

É saber que a humanidade  
                              E           E7 
o chama de irracional 
        A 
Ser taxado de animal  
    G#m                             C#7 
por quem rouba, estupra e mata 
 F#m                         B7 
Sem ter desculpa maior  
                               E 
que uma mente racional 
60 62 63 52 50 53 52 40 53 55 53 52 53 

63 50 52 53 40 63 D7  E7(9b)  G 
Dizem que bicho não pensa 
  G7                                 C 
Mas homem será que sim? 
                                    Am 
Sou eu quem trabalha duro 
                          50 52      C 
Mas a ponta desta adaga  
                                     D7 
termina cravada em mim 
      C                                  D7 
E o meu bom Deus que comanda 
                               C 
Ou não gosta de cavalo,  
  D7                      G  C  G 
ou gosta da coisa assim 

 D7   Am  C  Am  C  Am   C  D7  E7(9b)  G 
  
”E morrer é o de menos,  
há coisa muito pior...  
Ser espancado, ferido,  
machucado e ofendido  
por quem usa seu esforço  
para sustento e lazer.  
O cavalo, o cavalo então pergunta,  
pois necessita saber" 


63 50 52 53 40 63 D7  E7(9b)  G  
Dizem que bicho não pensa 
  G7                                 C 
Mas homem será que sim? 
                                    Am 
Sou eu quem trabalha duro 
                50 52          C 
Mas a ponta desta adaga  
                                     D7 
termina cravada em mim 
      C                                  D7 
E o meu bom Deus que comanda 
                               C 
Ou não gosta de cavalo,  
  D7                      G  C  G 
ou gosta da coisa assim 

63 50 52 53 40 63 D7  E7(9b)  G 
Mas no peito do que mata 
  G7                            C 
Se for gaúcho e campeiro 
                                 Am 
Fica cravado uma estaca 
                                         C 
Mais mortal que a punhalada  
                                     D7 
que sangrou o companheiro 

     C                              D7 
Dor da perda de um amigo 
                            C 
De aliviar sofrimento  
D7                        G C G 
assassinando o parceiro 
		  

Full key step upFull key step up
Half key step upHalf key step up
Half key step downHalf key step down
Full key step downFull key step down
hide glossary

See also:

chords Teixeirinha - O COLONO chords José Mendes - PICAÇO VELHO chords Os Monarcas - Sonhando na Vaneira chords Luiz Marenco - Quando o Verso Vem Pras Casas chords Berenice Azambuja - É Disso Que o Velho Gosta chords Tradicionais - Tatu com Volta no meio
e-chords

Other versions:

keyboards Lisandro Amaral - Quando Um Mata Mas Os Dois Morrem
auto scroll beats size up size down change color columns
tab show chords e-chords YouTube Clip e-chords hide all tabs e-chords go to top tab

share