Elba Ramalho

O Violeiro Keyboard

Elba Ramalho

Difficulty: EasyEasy

by alyslima

tuner correct add songbook print version text version save to e-mail
chordsukuleleukulelecavacokeyboardtabbassdrumsharmonicsflute Guitar Pro
close

there isn't a video lesson for this song

chords

O Violeiro

  		
Am 
Vou cantar num canto de primeiro 

As coisas lá da minha mudernagem 
                 D          Am 
Que me fizeram errante e violeiro 
                      G   Am 
Eu falo sério e não é vadiagem 
               G                C 
É pra você que agora está me ouvindo 
               G           C 
Eu juro inté pelo santo menino 
          E7                    Am 
Virgem Maria que ouve o que eu digo 
          E7                     Am 
Se for mentira que me mande um castigo 
    G                      Am 
Ia pois pro cantador e violeiro 
                              D 
Só há três coisas nesse mundo vão 
Am              E7            Am 
Amor, forria, viola, nunca dinheiro 
Am        D     E7             Am 
Viola, forria, amor, dinheiro não 
Am 
Cantador de trovas e martelos 

De gabinetes, ligeira e mourão 
        D                    Am 
Ai cantador corri o mundo inteiro 
                   E7              Am 
Já inté cantei nas portas de um castelo 
                    G       C 
De um rei que se chamava  João 
           G              C 
Pode acreditar meu companheiro 
     E7			            Am 
A dispois de eu ter cantado o dia inteiro 
               E7 
O rei me disse fica 
          Am 
Eu disse não 
Am 
Se eu tivesse de viver obrigado 

Um dia e antes desse dia eu morro 
            D	                    Am 
Deus fez os homens e os bichos tudo forro 
           E7              Am 
Já havia escrito no livro sagrado 
                 G             C 
Que a vida nessa terra é uma passagem 
             G           C 
Cada um leva um fardo pesado 
         E7                      Am 
É o ensinamento que desde a mudernagem 
         E7                   Am 
Eu trago dentro do coração guardado 
Am 
Tive muita dor de não ter nada 

Pensando que nesse mundo é tudo ter 
         D		  Am 
Mas só depois de penar pelas estradas 
             E7		    Am 
Beleza na pobreza é que fui ver 
  		 G 
Fui ver na procissão louvado seja 
     		   G         C 
Mal assombro das casas abandonadas 
  	 E7  		       Am 
Coro de cegos nas portas das igrejas 
    		 E7         Am 
E o ermo da solidão nas estradas 
Am 
Pispiando tudo do começo 

Eu vou mostrar como se faz um pachola 
      D		           Am 
Que enforca o pescoço da viola 
  		D     	 Am 
E revira toda moda pelo avesso 
  	        G		C 
Sem reparar sequer se é noite e dia 
  	    G  		     C 
Vai hoje cantar o bem da forria 
   		  E7	      Am 
Sem um tostão na cuia do cantador 
  		   E7      Am 
Canta até morrer o bem do amor 
	  

Full key step upFull key step up
Half key step upHalf key step up
Half key step downHalf key step down
Full key step downFull key step down
auto scroll beats size up size down change color columns
tab show chords e-chords YouTube Clip e-chords hide all tabs e-chords go to top tab

share with facebook

Search Paypal