Lisandro Amaral

Porteira Afora

Lisandro Amaral

chords Beginner beginner

by  JOAO_ANDRIOLA

save to print version add songbook text version e-mail correct tuner
chordsukulelecavacokeyboardtabbassdrumsharmonicaflute Guitar Pro
close

there isn't a video lesson for this song

chords

Porteira Afora

(Lisandro Amaral)

	  		Intro: Em Am Dm B7 Em 


Em                                 Am 
Os ovelheiros ficam cuidando os arreios, 
                                   Dm 
Um guaxo pampa quer lamber as barrigueiras, 
                              B7 
Voam mutucas, pateiam pingos atados 
                                    Em 
e um cardeal canta no alto das taquareiras. 

                                   Am 
Nuvens de poeira se levantam céu adentro 
                                 Dm 
Nascem do centro do chão duro da mangueira, 
                                B7 
Costeiam vacas berrando pelos terneiros 
                                    Em 
E um joão barreiro proseia co'a companheira. 

                               Am 
Tinem arames, terneirada mal costeada 
                                  Dm 
E a gauchada tira as botas, se arremanga; 
                                 B7 
Canha e pitanga são remédios numa guampa 
                                   Am 
Essência pampa, gosto de mato e de sanga. 

                     Am         
Bota lhe fogo nessas marca Gratulino 
                     Dm 
Porque o Silvino Bololó ta de a cavalo 
                       B7 
O Mano Vaz estira o laço num moerão 
                       Em 
E o Borbinha toma um trago no gargalo. 

                       Am 
O seu Pituca espeta a carne pra'o assado 
                   Dm 
O Cipriano peala, capa e assinala 
                     B7 
Homens maduros sentados sobre os arreios 
          Em            
E nesse meio o mate acompanha a fala. 

                                 Am 
Que gente buena destes pagos de mi flor... 
                              Dm 
No tirador, capincho em couro sovado; 
                                 B7 
No lenço atado, bandeira pampa que esvoa 
                                   Em 
Quando encordoa um terneiro pra um bolcado 

  
                                    Am 
O Luiz Bacia pede cancha, armando o laço 
                               Dm 
E para o braço num tiro, longe, de atrás, 
                                    B7 
Pealo de mestre quando a trança se termina 
                                 Em 
E o tombo é sina que a natureza desfaz. 


                            Am 
O Diamantino raça de índio pampeano 
                              Dm 
Um soberano mesmo sem nada na vida; 
                               B7 
Tropeiro andejo, obediente e servidor 
                             Em 
Do corredor, fez casa, rumo e partida. 


                              Am 
Eu fui guri que aprendeu a cucharrear 
                         Dm 
E derrubar na saída da porteira; 
                                   B7 
Fui mandalete de alcançar marca e serrote 
                                       Em 
Carneá um munício e desmancha pras cuzinheira. 


                                     Am 
Fui guitarreiro e toquei gaita nos galpões 
                           Dm 
E nos fogões alegrando a gauchada; 
                                B7 
Andei por tudo pealando quando cresci 
                                Em 
"Dês que" saí dos pagos da Encruzilhada. 
		  

Full key step upFull key step up
Half key step upHalf key step up
Half key step downHalf key step down
Full key step downFull key step down
hide glossary

See also:

chords Teixeirinha - Velho Casarão chords Dante Ramon Ledesma - Orelhano chords Tradicionais - Pau de FIta chords Teixeirinha - A Volta do Tordilho Negro chords Dan Torres - Mercedita chords Os Serranos - Merceditas
e-chords

Other versions:

chords Lisandro Amaral - Porteira Afora
auto scroll beats size up size down change color hide chords simplify chords drawings columns
tab show chords e-chords YouTube Clip e-chords hide all tabs e-chords go to top tab

share