Ricardo Bergha

Jeito Simples De Domar

Ricardo Bergha

cavaco Easy easy

by  ALYSLIMA

save to print version add songbook text version e-mail correct tuner
chordsukulelecavacokeyboardtabbassdrumsharmonicaflute Guitar Pro
close

there isn't a video lesson for this song

chords

Jeito Simples De Domar

Written by Gabriel Scuissiato

	  		Intro: G  D7  G  D7  G 

G                                     D7 
Palanqueio quebro o cacho e sento as garra 
         C                D7           G 
Puxo na cincha que é pra deixar bem sujeito 
          D7                         G 
Tapeio a boina e peço uma benção pra Deus 
          D7                         G 
Ponho o rabicho pra tirar cosca da cola 

G                                 D7 
Empurro o potro num abraço de soiteira 
            C            D7        G 
E nem que queira eu não deixo veiaquear 
            D7                         G 
(Este é meu jeito cada um tem um ritual 
          D7                         G 
E meus bagual eu costumo arrocinar) 
          D7                         G 
(Este é meu jeito cada um tem um ritual 
         C          D7      G 
E meus bagual eu costumo arrocinar) 

( D7  C  D7  G ) 

G                                     D7 
La na fronteira se monta de campo afora 
         C                D7           G 
E tine a espora quando beiçudo se arrasta 
          D7                         G 
Mas cá na serra se monta de garrão limpo 
          D7                         G 
Num velho instinto jeito simples de domar 

G                                   D7 
Eu tiro as coscas no passar do maneador 
       C           D7            G 
Sei o valor de um pingo descosquilhado 
          D7                       G 
(Deixo mansinho, ligeiro e doce de boca 
          D7                       G 
E andar sereno pra china do meu agrado) 
          D7                       G 
(Deixo mansinho, ligeiro e doce de boca 
          C         D7           G 
E andar sereno pra china do meu agrado) 

( D7  C  D7  G ) 

G                                D7 
Sei pela baba a hora de botar o freio 
         C           D7          G 
E nos arreios levo sempre o maneador 
       D7                       G 
Um tirador balançando no meu costado 
        D7                      G 
E na cintura o meu formiga cortador 

G                                   D7 
Um paisandu que eu nunca vi pisar cavalo 
       C             D7           G 
E de regalo um cusco pra me amadrinhar 
               D7                        G 
(Venho ao tranquito num flor de picaço oveiro 
          D7                        G 
Pingo que busca a volta pra me carregar) 
               D7                        G 
(Venho ao tranquito num flor de picaço oveiro 
           C            D7      G 
Pingo que busca a volta pra me carregar) 

( D7  C  D7  G ) 

G                                   D7 
Sei que na vida só não domei meu destino 
         C         D7               G 
Mas eu insisto tentando lhe amanunciar 
            D7                G 
Se um dia o diabo chegar se topar comigo 
             D7                         G 
Sento-lhe as garra e vai ter que me carregar 

G                                     D7 
E quando Deus me chamar pra outra querencia 
           C          D7         G 
Sei que mi'alma de acavalo vai estar 
             D7                       G 
(Se o patrão velho me der permisso no céu 
        D7                      G 
Sigo domando e nunca mais vou parar) 
             D7                       G 
(Se o patrão velho me der permisso no céu 
        C             D7         G      
Sigo domando e nunca mais vou parar) 

Final: D7  C  D7  G 
		  

Full key step upFull key step up
Half key step upHalf key step up
Half key step downHalf key step down
Full key step downFull key step down
auto scroll beats size up size down change color columns
tab show chords e-chords YouTube Clip e-chords hide all tabs e-chords go to top tab